Logo_Site_Cor-2024
/
/
[A GAZETA] Negros são maioria entre os gamers no Brasil, mas não veem o seu reflexo nas telas

Confira a presença
da PGB na mídia

[A GAZETA] Negros são maioria entre os gamers no Brasil, mas não veem o seu reflexo nas telas

COMPARTILHAR:

Jogos de celular como ‘Free Fire’ conquistam classes C, D e E, mas seus personagens são em grande parte brancos.

Num país em que renda e cor estão intimamente interligados, mais da metade dos gamers são pretos ou pardos. São 50,3%, segundo a Pesquisa Game Brasil, a PGB 2021, espécie de censo do ecossistema gamer nacional.

No Brasil de 2021, não dá para dizer que videogame é coisa só de rico. Quase metade dos que consomem jogos, 49,7%, são das classes C, D e E. Cerca de um terço dos que jogam videogame vem de famílias de renda de até R$ 2.090,00. Outro terço tem renda familiar de até R$ 4.180,00.

Últimas Notícias

[BAND] - Presença feminina é maioria entre gamers do RS
[GLOBO] - Jovens criam empresas na periferia e entram no mercado bilionário de games
[VALOR ECONOMICO] - Para brasileiros, diversão pode se tornar profissão

Fale com nossos especialista

Gostou do que
viu pelo site e está
com curiosidade
sobre o conteúdo
da pesquisa?